zb porn

Versão digital - Teatro - Lou Andreas-Salomé/ Palavra de mulher/ Solo para computador

Fora de Estoque
 
Leia as primeiras páginas: Download
R$15,90
Formato: Impresso
Edição: 1
Ano de publicação: 0
Número de páginas: 128
ISBN: 9788577291274
Sinopse Sobre o autor Comentários (0)
“Nietzsche – Uma coisa é certa, entre todos os encontros que tive, aquele com mademoiselle Salomé foi o mais precioso e o mais frutuoso. E foi só depois das minhas conversas com ela que amadureci para o meu Zaratustra”. (Lou Andreas-Salomé) “Eneida – Da Clarice falam muito... e acho que a Cecília é ensinada nas escolas. Carmen – Eu sei, mas isso não quer dizer que leiam, não leem, não leem! Portanto, já que no mundo dos vivos a escrita foi substituída pela imagem, vamos falar nós mesmas dos nossos escritos, bolas!” (Palavra de mulher) “– Não dizem que ‘autor bom é autor morto’? Pois bem, sem morrer, esta autora aqui vai deixar o diretor to-tal-men-te à vontade. Como na música aleatória, onde não se indica a duração da nota nem sua intensidade, mais ou menos assim...” (Solo para computador)
Livros
Autor Rachel Gutiérrez
Biografia

Escritora. Nasceu em Sant\'Ana do Livramento, Rio Grande do Sul, em 27/12/1935. Pianista com formação clássica, estudou em Viena (Áustria) com o maestro Bruno Seidhofer, em 1957-1958 e durante quinze anos foi professora dos Seminários de Música Pró-Arte, conceituada escola de formação musical no Rio de Janeiro. Em 1968, graduou-se em Filosofia pela Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ), e em 1985 obteve o título de Mestre em Filosofia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde fez o Doutorado em Filosofia no Instituto de Filosofia e Ciências Sociais (IFCS), com projeto de tese sobre a estética da poesia na obra de Lou Andreas-Salomé e sobre o pensamento na obra de Clarice Lispector. Nos anos 80, juntamente com outras militantes, fundou o Grupo de Reflexão Feminista Mulherando e, como representante do Movimento Feminista, foi a primeira mulher a participar de uma candidatura majoritária (vice-governadora) nas eleições cariocas de 1986. Em 1994, junto com as professoras Ester Schwartz, Maria Consuelo Cunha Campos e Lúcia Helena Vianna, fundou a Associação dos Leitores e Amigos de Clarice Lispector, da qual atualmente é uma das diretoras. Seu primeiro livro, O feminino é um humanismo, publicado em 1985, é considerado um clássico do feminismo brasileiro. Conhecedora de várias línguas, traduziu entre outros livros, Eugene O\'Neill (F. L. Carpenter, 1966), Resumo de um tratado da natureza humana (David Hume, 1995), O feminino e o sagrado (Julia Kristeva e Catherine Clément, 2001), é também autora teatral, das peças Lou Andreas-Salomé e Palavra de mulher, e durante sete anos foi consultora editorial da Editora Rocco, para a Coleção Gênero Plural. Reside no Rio de Janeiro.

Fazer um comentário

Seu nome:


Seu comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim            Bom

Digite o código da imagem:



Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
Desenvolvimento
Criação de sites RJ: Murillo Camargo & Doble
Booklink © 2013 - Todos os direitos reservados