zb porn
Versão digital - Psicanálise: Cem anos depois

Versão digital - Psicanálise: Cem anos depois

Em estoque
 
R$36,90
Formato: e-book
Edição: 0
Ano de publicação: 0
Número de páginas: 308
ISBN: 8588319748
Sinopse Sobre o autor Comentários (0)
Estes ensaios, escolhidos entre trabalhos escritos de 1978 a 2004, ilustram a formação de uma opinião ao longo dos anos de uma prática complexa e difícil, que se qualifica como teórica e se associa ao criticismo para se situar na interseção dos discursos que aspiram a alguma compreensão do fenômeno humano. E se mantém até hoje valorizando a hegemonia da clínica por um pluralismo na construção teórica, que reúne a contribuição de diferentes autores no campo da psicanálise em resposta à injunção lacaniana de uma volta aos textos de freud com uma leitura crítica. A atualização da psicanálise nestes textos, revistos e comentados, reconhece a maior abrangência da análise estrutural, muito atualizada nas tentativas de formalização, em que principalmente bion e lacan demonstram a evolução da teoria em psicanálise. A psicanálise pós freudiana parte de uma definição de ciência que impõe uma explicação redutivista da origem do simbólico, e de uma investigação que descobre os impasses de uma construção conceitual limitada a um modelo teórico biológico, para chegar, pela desnaturalização do desejo, ao discurso de uma ciência que descobre o valor da interpretação do sentido em uma nova hermenêutica, e situa o saber psicanalítico entre as ciências conjeturais mantendo em aberto a questão do real e valorizando o "ponto de vista estrutural" em psicanálise, onde a categoria da qualidade se põe como dominante na diferenciação das incidências estruturadas.
Livros
Autor Horus Vital Brazil
Biografia

Nasceu em São Paulo, em 1926. Faleceu no Rio de Janeiro, em 16.05.2005. Graduado em medicina pela Faculdade Fluminense de Medicina, em 1949. Foi chefe de departamento, no Instituto Vital Brazil, fundado por seu pai em Niterói. Trabalhou também no Serviço Especial de Saúde Pública do Ministério de Saúde, em 1950/51 e, no Ministério da Aeronáutica, tornou-se em 1952 chefe do Departamento de Psicologia e Psiquiatria do Instituto de Seleção e Controle. Durante o sexto ano do curso de Medicina fez estágio no Manicômio Judiciário Heitor Carrilho. Seu doutorado em Psiquiatria foi realizado, de 1957 a 1960, no programa de residência do Bellevue Psychiatric Hospital da New York University. Fez parte da primeira turma do Instituto de Medicina Psicológica, fundado no Rio de Janeiro, em 1952, por Iracy Doyle, sua primeira analista, cujo prematuro falecimento, em 1956, levou-o a completar sua formação psicanalítica no William Alanson White Institute, de Nova York. Retomou sua análise pessoal cm Clara Thompson e,depois, Gerard Chrszanowski, que influenciaram sua formação no sentido da valorização da prática clínica e do interesse por contribuições das diferentes linhas teóricas, sem fechamentos ou dogmatismos. No W. A. White, no Belleuve Psychiatric Hospital e no Flower Fifth Avenue Hospital da Columbia University, onde frequentou seminários clínicos e teóricos, teve supervisores e professores das diversas posições teórico-clínicas. De Erich Fromm a Michael Balint, de Frida Fromm-Reichmann a Alberta Szalita-Pemow e Florence Powdermaker. Ao voltar de Nova York, em 1961, reinaugura o Instituto de Medicina Psicológica (atual Sociedade de Psicanálise Iracy Doyle) com seus colegas Jaime Pereira, Magdalena Pimentel e Urano Alves, visando a manter a formação psicanalítica referida à diversidade de contribuições teórico-clínicas e a um estilo de transmissão que, apoiado na contribuição básica de Freud, leva à formação de opinião ao lado do permanente questionamento. É membro da American Psychiatric Association (1961), da Associação Brasileira de Psiquiatria (1959), da William Alanson White Psychoanalytic Society (1959), da Sociedade de Psicanálise Iracy Doyle (1984), “fellow” da American Academy of Psychoanalysis (1960). Foi membro “didata” do Centro Psicoanalítico de Madrid, em 1978, 1980 e 1984, e membro do Executive Commitee da International Federation of Psychoanalytic Societies, de 1975 a 1984. Foi editor das revistas Tempo Psicanalítico, da SPID, e Conscientia, da Editora Vozes. Foi editor da Weiterentwicklung der Psychoanalyse und Ibrer Anwendlungen, da editora Vanderboek und Ruprecht, de Gottingen und Zurich,em 1974 e 1975. Foi também editor associado de Contemporary Psychoanalysis, revista da W. A. White Society. 

Fazer um comentário

Seu nome:


Seu comentário: Obs: Não há suporte para o uso de tags HTML.

Avaliação: Ruim            Bom

Digite o código da imagem:



Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
Desenvolvimento
Criação de sites RJ: Murillo Camargo & Doble
Booklink © 2013 - Todos os direitos reservados