Depressão tem cura? Saiba Todos os Detalhes Aqui

Muita gente se pergunta se a depressão tem cura e essa deve ser uma das questões mais frequentes em consultórios de psiquiatras. No entanto, a resposta para esse questionamento é um tanto complexo, sendo importante entender primeiramente o que é essa doença.

Pois bem, atualmente se entende que a depressão é um tipo de transtorno que acomete o indivíduo como um todo, causando alterações no seu padrão alimentar, de sono e até mesmo nos seus níveis de energia.

As pessoas que estão deprimidas descrevem a doença inclusive com sintomas físicos muito incômodos, que atrapalham o dia a dia e a realização de tarefas.

Um outro ponto que não pode ser deixado de lado é que é importante diferenciar a depressão de um estado de tristeza.

O fato é que a tristeza é um sentimento comum, tal como a alegria, raiva e outros. Normalmente ela está relacionada com acontecimentos que são desagradáveis.

Quem não fica triste quando algo ruim acontece, quando morre um ente querido, quando perde um emprego e etc.?

No entanto, quando falamos de depressão, essa tristeza é profunda e mais duradoura, não tendo um motivo aparente ou específico.

Em casos mais sérios, o problema chega a limitar a ação de uma pessoa no seu dia a dia, fazendo com que ela deixe de realizar até mesmo as tarefas mais básicas, como tomar banho ou comer.

Dessa forma e considerando tudo isso, é preciso obter um diagnóstico correto para o problema, para que seja possível determinar qual o melhor tratamento indicado para cada caso.

Isso porque a forma de tratar o problema, depende muito da condição do paciente e da avaliação do médico a respeito de qual a melhor abordagem, um método natural que está ajudando bastante as pessoas é fazer o uso do captril, que é um suplemento 100% natural que ajuda no tratamento da depressão, ansiedade e vários outros problemas relacionado a mente, mas por mais que ele seja natural é super importante consultar seu médico antes.

sendo assim, o médico pode recomendar o uso de medicação, psicoterapia, realização de atividades físicas, dieta balanceada, tratamento de outros problemas de saúde e até mesmo a combinação dessas opções todas.

Isso porque, dependendo do caso, o tratamento deverá ser feito de uma forma completa e multidisciplinar a fim de obter melhores resultados.

No entanto, é importante de tudo é ressaltar que tendo a aplicação de um tratamento adequado, há um índice de mais de 50% dos pacientes que apresentam recaída depois de um primeiro episódio depressivo.

Essa recaída pode ocorrer em apenas mais um novo episódio, o que é considerado uma cura, ou pode resultar ainda em episódios múltiplos.

Por outro lado, quando não é adequadamente trataram a depressão pode se estender por muitos meses, tornando-se crônica e persistente.

veja o que é depressão no vídeo abaixo:

 

Óleo essencial de pinheiro para aliviar constipações

A maioria dos casos de resfriado comum pode ser combatida em casa com alguns cuidados básicos e descanso. No entanto, para acelerar o alívio de seus sintomas, você pode tentar alternativas de origem natural, como o óleo essencial de pinho.

As propriedades deste ingrediente são exploradas através da fricção tópica ou aromaterapia. Devido ao seu conteúdo de compostos voláteis, facilita o descongestionamento do trato respiratório e promove o alívio das dores de cabeça.

De fato, são atribuídas propriedades antivirais que podem contribuir mais diretamente para o tratamento da infecção. No entanto, mais evidências ainda são necessárias para corroborar esses efeitos. Mesmo assim, em seguida, revisamos seu uso. Ponto!

Como o óleo essencial de pinheiro ajuda a tratar resfriados

O óleo essencial de pinheiro é um produto obtido a partir de agulhas de Pinus sylvestris. Suas aplicações na medicina natural não são algo novo e, de fato, eles se aproveitaram da indústria farmacêutica. Sua composição tem algumas semelhanças com o óleo de melaleuca e o óleo de eucalipto.

Portanto, não é estranho que concentre princípios ativos de ação anti-séptica, antibacteriana e analgésica. De fato, graças às suas contribuições de fenóis, é uma excelente opção para combater alguns microrganismos que afetam os resfriados.

Sua inalação e uso tópico diminuem a congestão nasal e no peito. Além disso, torna o muco mais líquido e estimula a liberação de patógenos. Embora não aja de maneira miraculosa contra problemas respiratórios, pode ser um bom aliado para aliviar os sintomas.

Como usar o óleo essencial de pinheiro para resfriados?

Existem vários métodos para aproveitar as propriedades do óleo essencial de pinheiro no tratamento de resfriados . No entanto, uma das maneiras mais eficazes e simples é inalá-lo. Isso pode ser feito colocando algumas gotas em um pedaço de algodão ou tecido, de preferência diluído em um pouco de água.

Este tratamento contribui para a limpeza das passagens nasais, principalmente quando há excesso de produção de muco. Também pode ajudar a reduzir o estresse para promover um sono reparador. Outras maneiras de usar este ingrediente incluem:

  • Em um difusor, para purificar o ar.
  • Diluído em um óleo transportador, como coco ou azeitona, para esfregar em massagens.
  • Misturado com um óleo transportador para adicionar à água do banho.
  • Adicionado em pequenas quantidades em uma tigela de água quente para a inalação de vapores .
  • Aplicado por compressas quentes ou quentes.

Remédio natural com óleo de pinho para aliviar resfriados

Além de levar em conta os remédios mencionados na seção anterior, você também pode preparar uma pomada caseira com óleo essencial de pinho. Esta preparação pode ser aplicada no peito, pescoço e pés, especialmente antes de ir dormir.

Ingredientes

  • 3 colheres de sopa de azeite (45 ml)
  • 1/2 copo de óleo de coco (100 ml)
  • 3 colheres de cera de abelha ralada (60 g)
  • 10 gotas de óleo essencial de pinheiro
  • 10 gotas de óleo essencial de hortelã-pimenta (opcional)

Preparação

  • Para começar, despeje o azeite e o óleo de coco em um recipiente resistente ao calor.
  • Em seguida, coloque-os para aquecer no banho-maria ou no forno de microondas.
  • Quando eles se integram bem, adicione cera de abelha e óleos essenciais.
  • Aguarde mais alguns minutos, até que os ingredientes estejam totalmente incorporados.
  • Depois de obter uma mistura homogênea, remova-a do fogo.
  • Despeje a preparação em uma jarra de vidro e deixe solidificar.
  • Cubra e guarde em local fresco e escuro.

Modo de aplicação

  • Pegue a pomada com as pontas dos dedos e esfregue-a nas áreas indicadas.
  • Massageie alguns minutos até que esteja completamente absorvido.
  • Se possível, cubra-se imediatamente com cobertores e meias.
  • Repita o seu uso por 3 dias seguidos ou até que você se sinta melhor.

Avisos sobre o uso de óleo essencial de pinheiro

O óleo essencial de pinheiro, como outros óleos essenciais, é extremamente potente. Devido a isso, seu uso oral deve ser completamente evitado. Nem deve ser usada uma quantidade concentrada ou não diluída. Em seu estado puro, pode irritar a pele, os olhos e o trato respiratório .

Óleos transportadores (coco, abacate, azeitona, amêndoa, entre outros) são o melhor complemento para diluir este tipo de óleos. Como pode causar reações alérgicas, é importante fazer um teste de sensibilidade na pele antes de usá-la topicamente.

O teste envolve esfregar uma pequena quantidade do tratamento no antebraço ou em alguma área da pele. Se não houver reações desfavoráveis ​​após algumas horas de uso, é seguro usá-lo.Finalmente você tem que verificar a qualidade do óleo, não deve ser confundido com essências.

Veja no vídeo abaixo mais 5 óleos essenciais para o inverno: