zb porn
Newsletter
* Digite seu E-Mail
Nome 
 
Cadastrar
 
Departamentos
Carlos Henrique Escobar

Filósofo, professor e escritor. Nasceu em São Paulo, em 11.11.1933. Autodidata convicto. Nunca freqüentou escolas; aprendeu a ler e escrever com os seus familiares. Após os l4 anos de idade, já militante político, tornou-se assíduo freqüentador de bibliotecas públicas. Foi preso pela primeira vez aos 15 anos, no DOPS (Departamento de Ordem Política e Social) de São Paulo. Aos 17 anos ganhou prêmios de poesia patrocinados pela prefeitura e governo do Estado de São Paulo. Nessa época, escreveu a sua primeira peça teatral. Viveu na França no início dos anos 60, onde teve contato direto com os pensadores franceses, principalmente Foucault e Deleuze, que influenciaram e determinaram profundamente a sua reflexão filosófica. Voltou ao Brasil, em 1963, e com o golpe militar de 1964, perseguido pela polícia política, mudou-se para o Rio de Janeiro. Preso pela ditadura, aproveitou o período encarcerado e escreveu livros de ensaios, poesia e teatro. Com o restabelecimento do processo democrático, em 1985 foi convidado para ser professor na cadeira de filosofia na UFRJ (Universidade Federal do Rio de Janeiro), onde recebeu o título de Notório Saber e posteriormente o de Doutor em Comunicação. Possui extensa obra publicada sobre filosofia, teatro e poesia. Reside em Aveiro, Portugal.

Outros títulos:

Nietzsche / Dos companheiros Zaratustra / O corpo e os povos da tragédia

Visualizar: Lista / Grade
Exibir até:
Ordenar por:
Versão digital - Marx; o filósofo da potência
A filosofia "não escrita" de Marx está presente em toda sua obra. Uma filosofia do comunismo capaz de pensá-lo como potência revolucionária que podemos e devemos fazer emergir do caos teórico e do desastre político imposto ao marxismo pelos partidos comunistas e pela esquerda burgue..
R$19,69
Logotipos de meios de pagamento do PagSeguro
Desenvolvimento
Criação de sites RJ: Murillo Camargo & Doble
Booklink © 2013 - Todos os direitos reservados